Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \27\UTC 2009

processo..carta oficial

Read Full Post »

Maria do Carmo Bueno entrou para a Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo e Santa Teresa de Jesus, logo após a fundação da referida Ordem em 1921, onde professou. Foi, portanto, uma das primeiras Irmãs Terceiras. Tomou o nome de Irmã Maria Benigna Consolata do Coração Eucarístico de Jesus. Teve como Priora a Irmã Teresa de Jesus, fundadora da Ordem Terceira, uma alma de escol que muito trabalhou na organização da citada Ordem.

Pouco tempo esteve a Irmã Benigna na Ordem Terceira, pois, Jesus a queria mais retirada do mundo. Durante o tempo em que permaneceu como Terceira a todos edificou pelas suas virtudes. Era simples, boa, delicada, piedosa, cumpridora dos deveres da Regra. Era também uma Irmã alegre, trazia sempre o sorriso estampado no rosto, sinal da pureza e da simplicidade que revestiam a sua alma. Por todos estes méritos chegou a ocupar o cargo de vice- Priora em fevereiro de 1925, edificando a todas as Irmãs pelo seu fino trato.

Em Março de 1926, entrou para o Carmelo de São José, sob a orientação dos Padres Carmelitas Descalços, tornando-se assim uma Carmelita enclausurada para entregar-se melhor à vida de oração, de contemplação, de sacrifício.

Ótimo elemento perdeu a Ordem terceira com a saída da querida Irmã que no Carmelo trilhou o caminho da perfeição, da santidade, chegando a ocupar o alto cargo de Priora.

A Ordem terceira de Nossa Senhora do Carmo e Santa Teresa de Jesus, instalada na Basílica de Santa Teresinha, cidade do Rio de Janeiro, e da qual era membro a nossa biografada, sentiu muito a falta de Irmã Maria Benigna Consolata do Coração Eucarístico de Jesus, que Jamais será esquecida pelas suas Irmãs.

 

Lembrança da Profissão de Madre Maria do Carmo na Ordem Secular.

 

madre 2madre

Read Full Post »

O Carmelo da Santa Face e Pio XII de Tremembé está para abrir o Processo de Canonização de Madre Maria do Carmo – Carminha de Tremembé.

A fim de angariar fundos para tal empreendimento as Irmãs  Carmelitas estão fazendo pães caseiros e velas.

 Você pode ajudar adquirindo-os.

ROSCA DE GOIABADA

PÃO DE CEBOLA

PÃO DE CALABREZA

Tudo no valor de R$5,00

 

 

VELAS LITÚRGICAS:

18×7………………………12,50

30X7…………………….17,50

 

VELAS ARTESANAIS:

18X7………………….20,00

30X7………………….25,00

6X7……………………5,00

Podem ser adquiridos no Carmelo Santa Face, rua Pio XII, 48 OU TAMBÉM NA Loja Neuza Amaral, rua José Higino de Siqueira, Jardim Santana.

As Carmelitas agradecem a colaboração!

Read Full Post »

O Carmelo é todo mariano. Não há como negá-lo, desde os seus inícios os eremitas que se refugiaram na montanha do Carmelo, onde o profeta Elias tinha assumido sua missão corajosa em defesa de Deus contra a falsa idolatria, os primeiros monges sempre tiveram o olhar fixo na Virgem Maria.

Aliás se interpretou a nuvenzinha de Elias carregada de água que acaba com a seca como a imagem e símbolo da Virgem Maria, a grande (Nuvem) que fará chover sobre a terra a água benfazeja que é Cristo. Depois de Jesus não haverá mais seca e nem mais haverá quem morra de sede de infinito porque ele é a fonte de água viva. Todos os carmelitas trazem no sangue o seu DNA, o amor a Maria que se manifesta de múltiplas formas, especialmente com a devoção ao escapulário. Mas eu diria que o amor a Maria no Carmelo vai muito além da devoção, é uma presença na vida, Maria é uma pessoa que é parte integrante na comunidade. Não foi por acaso que Santa Teresa, quando se viu obrigada a voltar como priora para o mosteiro da encarnação e encontrou resistência para recebê-la, ela colocará Maria na cadeira da priora e confiará toda a comunidade a Virgem Maria. Ela, para nós carmelitas, é uma Mãe, Irmã, Priora e modelo de vida. Nela nos espelhamos todos os dias para encontrar o caminho de entrega total a Jesus.

Maria entrega-se totalmente a Deus com alegria e com ( temor) consciente da própria pobreza, ela diz: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a Sua vontade.” Estas palavras marcaram toda caminhada de Maria.

Madre Maria do Carmo

A Carminha de Tremembé, que com sua vida e doação soube ser no Vale do Paraíba o bom perfume de Cristo e de Nossa Senhora do Carmo, sempre cultivou um grande amor pela Virgem Maria. E como Carmelita fervorosa que era, a todas as pessoas as quais se dirigiam a ela, sempre tinha uma palavra de incentivo e de entusiasmo para que, amando Nossa Senhora, pudessem viver melhor o Evangelho de Jesus.

Nos seus pequenos escritos há algumas frases sobre Nossa Senhora que queremos recolher e oferecer aos nossos leitores como um ramalhete de flores:

“A Mãe do céu revele à tua alma a beleza da Face de Jesus, e te prenda sempre mais pelos vínculos do amor e assim serás feliz!”

“Não me esqueço de levar suas intenções de cada dia ao Nosso Senhor e Nossa Mãe do Céu para que lhe traga todo o conforto preciso, sendo Ela mesma a divina Enfermeira, a cuidar de todas as feridas.”

“Qual tenra criancinha da doce Mãe Maria

Só tenho um ideal

Em toda vida minha;

De Deus tudo aceitar;

Ele é sabedoria, para Ele vou Cantar

O resto da vida minha.”

 

“Ó minha Mãe é meu celeiro,

Onde minha alma vem saciar

A sua fome do Cordeiro

Meu mais celeste e bom manjar!”

 

  1. Que aproximando-nos de nossa Irmã Maria do Carmo, possamos reavivar em nosso coração o amor por Nossa Senhora. O documento de Aparecida nos recorda que em Maria e através de Maria encontramos Jesus. É isto mesmo, o nosso amor a Maria não diminui em nada o nosso amor a Jesus, mas aumenta.   

Frei Patrício Sciadini– Vice Postulador.

Read Full Post »

Dom Carmo

Dom Carmo

Dom Carmo em visita ao carmelo para conhecer a sala do processo de Madre Maria do Carmo

Dom Carmo em visita ao carmelo para conhecer a sala do processo de Madre Maria do Carmo

Dom Carmo e as Irmãs na confecção dos pães

Dom Carmo e as Irmãs na confecção dos pães

Todas as  Sextas, Sábados e Domingos temos pão caseiro

Aproveite!

Colabore com o processo

Carmelo da Santa Face e Pio XII

3672-4180

Read Full Post »